Últimos assuntos
Parceiros irmãos
Diretórios de recursos
Parceiros elite
Parceiros normais

[EVENTO ON] - PRÓLOGO: A MENSAGEIRA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[EVENTO ON] - PRÓLOGO: A MENSAGEIRA

Mensagem por Hrist de Polaris em Sab Jun 04, 2016 5:09 am




❝ Poder é sempre perigoso. Atrai o pior e corrompe o melhor. Nunca pedi por poder. Poder só é dado para aqueles que estão dispostos a abrir mão de si por ele. ❞



Ainda que a ausência de cosmo chamasse a atenção da representante de Odin, seria uma dúvida que permaneceria no ar, não fez uma espera tão longa quanto as das demais casas, olhou para os dois cavaleiros que a acompanhava e fez um sinal para eles indicando que desejava continuar. Era um jogo contra o relógio, os poderes que despertavam nessa era com certeza não se comparava a nada que já tivessem enfrentado nas épocas anteriores. Sabia que poderia compartilhar com eles o que se passava mas esperava estar na presença da Deusa para que tudo fosse devidamente revelado. Como representante de Odin tinha que saber o momento certo de falar e o momento certo de se calar. Ainda não sabia como a deusa da justiça reagiria as suas palavras, ela poderia achar que tudo aquilo não passa de um movimento de tabuleiro de seu Deus. Todavia, seu Deus desejava apenas manter a paz e o equilibrio, protegendo assim o povo de Asgard e por consequencia todasas outras pessoas, a maior prova disso era que havia enviado sua representante para falar com a própria Athena.


Não era possível observar os detalhes da construção, a iluminação se tornava mais fraca a cada instante e não havia nenhuma outra oriunda de fonte artificial. Atravessaram a vazia casa de Virgem a passos largos. Tanto touro quanto gêmeos seguiam silênciosos, sentia-se tão pequena perto das majestosas colunas de mármore,mas havia em suas costas um peso que não poderia mensurar, querendo ou não carregava o destino da humanidade. Os cabelos prateados bailavam sobre a armadura negra, seu semblante era pesado, tenso, diferente do semblante sereno que costumava exibir. Não sabia dizer se aquela casa era maior do que as outras ou se simpesmente era o cansasso tomando seu corpo, notou as enormes portas que pareciam selar algo dentro daquela casa, outro misterio sobre o virginiano, mas não desejava ter que descobrir.

Ao ver o novo lance de escada um sorriso enfadonho surgiu em seus lábios, aquilo já não parecia ter fim, o dia já não mais parecia existir e a brisa fria se tornava cada vez mais intensa, nem mesmo em Asgard havia um vento tão gelado como aquele. Hrist apertou a  saia levemenrte a erguendo, facilitando assim seus passos.  Subiu mais do quatro ou cinco degraus quando se viu obrigada a parar, a terra tremeu fortemente, fazendo as construções balaçarem como se fossem feitas de areia. A mulher precisou se apoiar na parede lateral para que não caísse, seu olhar ergueu assustado, fitando os dois cavaleiros: — Por Odin! — Sua voz saía assustada e afoita: — Preciso ver Athena o quanto antes. — Disse enquanto novamente se colocava de pé. Agora mais rápidos do que antes, voltavam a subir as escadarias que dava acesso a casa de libra.

Assim que chegaram as portas do sétimo templo fora advertida que o lugar se encontrava vazio, seu guardião não se encontrava ali e por isso poderiam passar em segurança, claro que isso só era possível por estar junto de outros servos da senhora daquele santuário.  Aquela travessia sem problema lhe pouparia um bom tempo, não teria que parar e esperar que um guardião se manisfestasse, mas a próxima casa era escorpião. Ainda se lembrava das palavras do cavaleiro de Touro e ele mesmo disse que o motivo para que seguisse com ela, era a passagem por essa casa. Pelas palavras dele, sabia que havia uma guardiã naquele templo assim como Saphira, mas queria saber que tipo de mulher guardava tal templo e por que ela inspirava tantos cuidados.

A travesia fora rápida, não se ateve ao detalhes da construção, apenas atrevssou o grande templo junto aos dois cavaleiros. Os passos rápidos ecoavam pela casa vazia, mas havia pelo menos uma pouca iluminação, permitindo que enxergassem pelo menos o essêncial para que a travessia fosse realizada de maneira rápida.  Não demorou para que outro lance de escadas se revelasse, Hrist olhou rapidamente para trás vendo tudo que já havia percorrido. Já haviam subido bastante, mas ao olhar para frente notava que ainda havia um longo caminho, procurava pensar em outras coisas e mesmo que de forma frágil, tentava fazer com que suas orações chegassem até os guerreiros asgardianos, a situação estava muito pior a cada instante que se passava.


Finalmente estavam as portas da oitava casa e a asgardiana se assustou com o que sentia, o cosmo era tão poderoso quanto dos outros cavaleiros, mas era tão nefasto e repleto de um sadismo como nunca havia sentido antes. Ela olhou para o cavaleiro de touro e depois para a amazona de gêmeos, deu um leve passo para trás e deixou que eles seguissem a frente entrando ao templo. Esperou até que a guardiã se revelasse e seus dois acompanhantes se manisfestassem, somente então se revelou: — Por favor guardião da Casa de Escorpião. Sou Hrist de Polaris, Representante de Odin e trago uma importante mensagem para Athena  —  Como havia feito em todas as outras casas.




Aviso:
O guardião da Casa de Escorpião tem 24 horas para responder. Caso não haja resposta, será dado continuidade dando a entender que a passagem foi permitida. O cavaleiro de Touro e a Amazona de Gêmeos também tem autorização para interagir.



OOC a line or two of notes or whatever you need here

TEMPLATE BY MINNIE DARLING OF SHINE



Hrist de Polaris  ♥️ Representante de Odin
Hrist de Polaris
Regentes
avatar

Ficha de Personagem
HP:
100/100  (100/100)
Nível: 1
Cosmo:
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum